De volta ao Corinthians, Fábio Carille cita Ronaldo, traça metas e diz: "Agora podem ter calma"

De volta ao Corinthians depois de seis meses na Arábia Saudita, o técnico Fábio Carille foi apresentado na tarde desta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, e citou Ronaldo Fenômeno como um dos fatores determinantes para seu retorno.

Ao lado do presidente Andrés Sanchez, Carille não revelou detalhes do papo com Ronaldo, mas admitiu que ele teve participação importante no acerto com o Corinthians.

– Quero deixar bem claro o esforço que o Andrés fez para a minha volta, conversamos bastante, e alguns fatores foram importantes: antes mesmo de falar com meu agente Paulo Pitombeira e de se encontrarem em Londres, começaram a sair matérias sobre o encontro, isso me chamou a atenção, essa manifestação da torcida sobre uma pessoa que pediu para sair do clube. Começamos a falar com meu agente sobre isso, e falei muito com o Andrés. Agradeço pelo esforço. E uma conversa que tive com o Ronaldo – destacou Carille.

– Voltei por quatro fatores: torcida, Paulo Pitombeira, Andrés Sanchez e Ronaldo – completou.

Andrés Sanchez e Fábio Carille durante apresentação no Corinthians — Foto: Bruno Cassucci

Carille não se vê em um desafio maior do que aquele que teve em 2017, quando assumiu a equipe para seu primeiro grande trabalho como treinador. Pelo contrário. Mais “cascudo”, ele espera ter maior paciência por parte dos torcedores.

– Quando falo que não podia perder em par ou ímpar, é pela desconfiança, por ser auxiliar. As coisas foram num rumo bom, me olham diferente, mas agora podem ter calma. Não é mais um auxiliar. E energias boas trazem coisas boas, está legal essa esperança. Vamos trabalhar – contou Fábio Carille.

Aos 45 anos, Carille retorna ao clube no qual trabalhou entre 2009 e 2016 como auxiliar e de 2017 a maio de 2018 como treinador. Em maio do ano passado, ele trocou o Timão pelo Al-Wehda, da Arábia Saudita.

Ele comandou a equipe em 114 jogos, com 59 vitórias, 32 empates, 23 derrotas e três títulos: dois Paulistas e um Brasileiro.

Para ter Carille, a diretoria do Corinthians topou pagar a multa contratual de 750 mil dólares. O valor corresponde a R$ 2,9 milhões na cotação atual.

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Comments

Deixe uma resposta

Loading…

0

Comments

0 comments